Blog voltar

Compartilhar
10
jun

COTAS: Justiça determina que matrícula de aluna da UFJF seja restabelecida

Uma estudante garantiu na Justiça o direito de ter sua matrícula restabelecida em um curso da Universidade Federal de Juiz de Fora. Desde 2018 a UFJF tem realizado investigações sobre supostas fraudes no sistema de cotas e aplicado critérios retroativos para editais de ingresso. 

A Justiça determinou que o cancelamento da matrícula da jovem fosse revogado, pois a mesma comprovou que não houve fraude em seu processo de ingresso na instituição de ensino.

Confira um trecho da decisão:

Mandado de segurança

Assim que a estudante teve sua matrícula cancelada, o escritório Caio Tirapani Advogados Associados entrou com um mandado de segurança para expressar a conduta ilegítima da Universidade. A aluna cumpre todos os critérios exigidos em seu edital de ingresso e a aplicação de novos critérios fere os princípios da razoabilidade.

O juiz ainda reforçou a conduta da Comissão da UFJF, responsável por avaliar a denúncia, e a forma como julgou a estudante:

Entenda mais sobre o assunto

Desde 2018, a Universidade Federal de Juiz de Fora tem recebido denúncias de supostas fraudes raciais de alunos de diversos cursos. Comissões de heteroidentificação foram designadas para avaliar esses casos e julgar essas denúncias.

Contudo, a maioria dos editais anteriores a isso exigiam apenas a AUTODECLARAÇÃO do candidato, por isso a aplicação de novos critérios por parte da instituição para julgar esses estudantes é tão controversa.

Novas denúncias e exposição nas redes sociais 

O tema de cotas raciais nas universidades públicas está novamente gerando muito debate, principalmente após o surgimento de vários perfis nas redes sociais denunciando supostas fraudes no sistema de cotas da UFJF.

Desde a semana passada, perfis em redes como Twitter e Instagram estão divulgando fotos e informações pessoais de alunos que teriam ingressado por meio de cotas e supostamente cometido fraude. 

Para esclarecer sobre este tema, veja o vídeo abaixo:

https://youtu.be/Kms8_axTbfQ

 

Além disso, confira nossa entrevista concedida ao Jornal Tribuna de Minas: 

https://tribunademinas.com.br/noticias/cidade/04-06-2020/perfis-em-redes-sociais-denunciam-supostas-fraudes-no-ingresso-por-cotas-na-ufjf.html 

O escritório Caio Tirapani Advogados Associados reforça que esse tipo de conduta é ilegal, qualquer denúncia deve ser feita à Ouvidoria Geral da UFJF.

Mais informações

Se você tem dúvidas sobre este assunto, envie para caio@caiotirapaniadvogados.com.br.

Acompanhe nossas redes sociais:

Instagram: @caiotirapaniadvogados

Facebook: @caiotirapaniadvogados

YouTube: /caiotirapaniadvogados

 

Leia mais:

Tire suas dúvidas sobre este assunto:

https://www.caiotirapaniadvogados.com.br/cotas-nas-universidades-tire-todas-as-suas-duvidas/

 

Veja os casos em que a UFJF indeferiu as denúncias:

https://www.caiotirapaniadvogados.com.br/ufjf-indefere-duas-denuncias-de-supostas-fraudes-nas-cotas/

 

Justiça restabelece matrículas de alunos:

https://www.caiotirapaniadvogados.com.br/cotas-justica-suspende-anulacao-e-restabelece-matricula-de-estudantes-da-ufjf/ 

Notícias Relacionadas

Newsletter

Cadastre seu email e fique atualizado sobre os seus direitos. Receba informações e novidades de concursos públicos. Não se preocupe, você não receberá spam!

Você precisa de um advogado?

Entre em contato conosco.

Open chat
Oi, tudo bem? Você alguma dúvida?

Clique aqui e você será redirecionado para nosso WhatsApp!