Blog voltar

Compartilhar
31
out

Exposição na internet e privacidade: quais são os direitos dos usuários nas redes sociais?

Quanto mais uma pessoa está ativa no meio digital, com cadastro em redes sociais, aplicativos e sites diversos, mais dados pessoais são incluídos nas plataformas. Em um primeiro momento, isso não é nenhum problema, mas pode vir a ser, caso esses dados sejam usados por estelionatários ou recolhidos de forma indevida por empresas com o intuito de mapear o seu hábito de consumo.

Dados são muito importantes e valiosos nos dias de hoje, e são usados até como moeda de troca por algumas empresas. Mas será possível ter privacidade na internet? O primeiro passo é lembrar que você tem direitos a serem preservados, mesmo dentro do universo digital.

Como ter privacidade na internet? 

Primeiramente, é preciso entender o conceito de privacidade. Antes, era apenas o direito de ser deixado só, depois da popularização da internet, se tornou o direito que todo cidadão têm de controlar o que é exposto ou não.

A questão a ser debatida não é sobre colocar os seus dados em uma rede como o Instagram, por exemplo, e sim se a empresa divulga suas informações sem a sua permissão. Por isso, todo usuário deve ficar atento onde insere seus dados pessoais e informações sensíveis. 

O que fazer se eu for exposto na internet?

Caso os seus dados pessoais sejam divulgados sem a sua permissão, saiba que você possui direitos legais em relação a isso. O primeiro passo é entrar em contato com a conta, empresa ou site que divulgou suas informações e solicitar a retirada dos dados.

Uma outra atitude que pode ser tomada é denunciar a publicação para as plataformas digitais. Dessa forma o algoritmo interno vai entender que aquela informação não está de acordo com as normas. Quanto mais denúncias, mais chances de um conteúdo ser retirado do ar. 

Se você se sentir inseguro para solicitar que os dados sejam excluídos, ou não obter nenhum retorno após o pedido, você pode procurar uma delegacia para registrar a ocorrência. Em alguns locais existem delegacias específicas para crimes virtuais. 

Para entender melhor os seus direitos e se informar, procure ajuda de um advogado para que ele avalie a situação e te oriente como agir. Se for o caso, também é possível fazer com que uma informação se torne não rastreável à pesquisas, ou seja, a informação continua lá, mas ela não consegue ser acessada através de pesquisa nos navegadores da internet. 

O importante é entender que seus dados pessoais são valiosos, e que o direito de um indivíduo se expressar não pode ferir o de outro. E que mesmo um usuário anônimo pode sofrer as consequências se desrespeitar as leis.

Como o Instagram atua para proteger seus dados?

Uma das redes sociais mais usadas no Brasil é o Instagram. Segundo uma pesquisa da Data Reportal, em 2019, a rede alcançou o número de 69 milhões de usuários no país. E com isso, passa a ser relevante entender como a rede social atua para proteger os dados inseridos em sua plataforma. 

Quando cadastramos uma conta no Instagram, somos informados sobre os termos e a sua política interna em relação à proteção de dados. Apesar de ter se tornado um hábito cultural não ler esses termos de uso, se informar antecipadamente é fundamental para saber o controle o que o Instagram, e outras redes, exercem.

Por exemplo, nesses termos a plataforma informa sobre quais dados eles têm direito, e o que eles podem fazer com essas informações. Nos termos de uso também constam explicações sobre as publicações que estão vinculadas à sua conta. Caso você a exclua, essas informações são excluídas também.

Recentemente estes termos foram atualizados e a plataforma notificou todos os usuários para ficarem atentos. Essa é uma medida de combate a perfis fakes e propagação de notícias falsas.

A plataforma permite ainda que seus usuários façam denúncias caso entendam que alguma publicação não está de acordo com as políticas de privacidade. Sendo assim, qualquer usuário pode fazer uma denúncia sobre conteúdos que exponham dados sem permissão.

Notícias Relacionadas

Você precisa de um advogado?

Entre em contato conosco.

    Open chat
    Oi, tudo bem? Você alguma dúvida?

    Clique aqui e você será redirecionado para nosso WhatsApp!